Prefeitura gasta R$ 70 mil para recuperar semáforos vandalizados

0

Sob responsabilidade da Transalvador, somente nos primeiros oito meses deste ano já foram recuperados 11 semáforos quebrados na cidade. Deste total, oito foram danificados em atos de vandalismo, com cabos dos equipamentos furtados. Um prejuízo que já custou R$72 mil aos cofres do município.

Quando danificado por vandalismo, a Prefeitura gasta em média R$7 mil para colocar o equipamento novamente em condições de funcionamento. As oito ocorrências registradas por furto de cabo em 2020 representam 72% do total de chamados, mas praticamente já se igualam às situações computadas nos anos de 2018 e 2019, que somaram, juntos, 17 notificações.

Os semáforos também são vulneráveis a ações da natureza, como raios e ventanias, podendo sofrer curtos no cabeamento e até queima do equipamento. A maior parte desses casos acontecem na orla marítima. Nesses casos, os serviços de reparo são realizados pela Transalvador no próprio local, exceto quando o dano é maior, exigindo o recolhimento do equipamento para reparo.

Ocorrências – A população também pode comunicar e solicitar o reparo de semáforos danificados na cidade. Os canais de atendimento podem ser pelo aplicativo NOA Cidadão, pelo sistema Fala Salvador, no número 136, e pessoalmente na sede da Transalvador, no bairro dos Barris.

Crédito: Divulgação/Secom