Prefeitura fecha comércio em Brotas e Cosme de Farias

0

As medidas de regionalização implementadas pela Prefeitura como forma de conter o avanço dos casos de Covid-19 em Salvador terão validade nos bairros de Brotas e Cosme de Farias a partir desta sexta-feira (22). Estas áreas vão passar pelas medidas devido ao alto número de casos apresentados e o relaxamento dos moradores no isolamento social. Em ambos os locais as medidas terão validade por sete dias.

Todo o comércio formal e informal deverá estar fechado neste período com exceção para supermercados, farmácias, agências bancárias, lotéricas, estabelecimentos que fazem delivery, cartórios, repartições públicas, clínicas veterinárias, serviços de imagem e radiologia, atendimento de tratamento contínuo (oncologia, hemoterapia, hemodiálise) e laboratórios de análise clínica.

Neste período, as demais pastas da Prefeitura ofertarão serviços municipais aos moradores das áreas restritas como forma de reduzir o impacto das medidas. Os testes rápidos para identificar possíveis casos de pacientes com coronavírus nos bairros restritos serão mantidos pela Secretaria de Saúde (SMS) durante todos os dias que vão durar as medidas mais severas.

Em cada bairro serão disponibilizados 150 testes por dia. Além disso, a secretaria também vai contar com ações dos agentes de endemias no combate ao mosquito Aedes aegypti. A Secretaria Geral de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro de Salvador vai manter o apoio a distribuição das cestas básicas destinadas aos ambulantes que suspenderão suas atividades no período de restrição. A pasta também vai efetuar a distribuição de máscaras para os moradores.

Referente à mobilidade, os moradores não precisam se preocupar, pois o esquema de trânsito e transporte não sofrerá alterações. De acordo com a Secretaria de Mobilidade (Semob), as linhas de ônibus e os itinerários permanecerão do modo que já funcionam.Também não haverá barreiras de trânsito. A oferta de serviços de cunho social, como os ligados aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), também serão mantidos pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) nos locais.

A pasta também irá ajudar organizações que realizam atendimentos socioassistenciais, prestando apoio na entrega de máscaras, álcool em gel e materiais de limpeza para a manutenção de suas atividades, cumprindo as regras sanitárias recomendadas pelas autoridades de saúde.

 

 

Crédito: Bruno Concha/Secom