Salvador tem mais de 150 mil imunizados contra a Covid-19

0

Em pouco menos de dois meses de campanha de vacinação contra a Covid-19, Salvador superou a marca de 150 mil pessoas que receberam a primeira dose do imunizante para prevenção da doença. A ação, que teve início no dia 19 de janeiro, prossegue nesta sexta-feira (5) para idosos a partir de 79 anos, após a chegada de um novo lote com quase 15 mil unidades da CoronaVac à cidade.

Até o início da manhã de hoje, a capital somou 153 mil pessoas imunizadas. Desse universo, 43,6 mil receberam a dose de reforço. Segundo dados do Vacinômetro, 68% das injeções foram aplicadas em trabalhadores de saúde e os demais 32% em idosos. A população feminina é a mais alcançada nesta primeira fase de mobilização (70%), em comparação ao público masculino (30%).

Em coletiva virtual para a imprensa, realizada no 5º Centro, nos Barris – um dos pontos montados para a estratégia -, o prefeito Bruno Reis afirmou que, apesar das dificuldades enfrentadas pelo município em programar um cronograma de vacinação por conta da frequente falta de imunizantes enviados pelo governo federal, as doses para a proteção dos idosos com idade igual ou superior a 79 anos estão asseguradas.

“Temos enfrentado uma série de problemas nesse processo de vacinação pela sua complexidade. Estamos vacinando quatro públicos: os idosos a partir de 79 anos e trabalhadores da saúde, que estão recebendo a primeira ou a segunda dose. Todo esse processo requer uma logística, já que há vacinas diferentes (a da Sinovac/Butantan e Oxford/AstraZeneca)”, disse.

De acordo com o prefeito, a estimativa inicial da campanha na capital baiana era vacinar 245 mil idosos acima de 60 anos. Com o cadastramento aberto pela Prefeitura, através do site da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o número teve um acréscimo de mais 75 mil pessoas. “Só os idosos acima de 90 anos, que eram estimados 6,3 mil, chegamos a vacinar 12 mil”, comparou.

 

Crédito: Valter Pontes/Secom