Quatro bairros estarão sob medidas restritivas a partir de sábado

0

As medidas restritivas regionalizadas e ações de proteção à vida promovidas pela Prefeitura para o combate ao novo coronavírus serão aplicadas em quatro bairros a partir de sábado (08). São eles: Santa Cruz e Pernambués, que já haviam passado pelas restrições mais duras e agora retornam, além dos estreantes Pirajá e Mata Escura. A Prefeitura prorrogou as ações no Nordeste de Amaralina, que venceriam hoje (06).

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (06) pelo prefeito ACM Neto, em coletiva virtual na qual apresentou as medidas fiscais e tributárias do município para enfrentamento aos impactos causados pela pandemia. As atividades serão encerradas em Águas Claras, nas Cajazeiras VII, VIII, X e XI, e em Fazenda Grande I a IV.

“A gente não consegue ter números melhores no Nordeste de Amaralina, pois todos os testes aplicados mostram um percentual superior a 35% de casos positivos. É muita coisa! A gente tem visto que muitas aglomerações têm acontecido no bairro. Queremos concluir as ações lá, mas não conseguimos fazer isso sem segurança. Então, fica o apelo aos moradores para que nos ajudem”, alertou ACM Neto.

O prefeito ainda ressaltou a preocupação com Pernambués, que passará pela terceira vez pelas medidas restritivas por apresentar o maior número de casos em todos os índices municipais. Santa Cruz, que já passou uma vez pelas restrições, também ocupa, hoje, a posição de segundo bairro com o maior número de casos de coronavírus nos últimos sete dias e na quantidade de resultados positivos na testagem prévia realizada pela Prefeitura. “Em Pirajá e Mata Escura, fizemos os testes prévios lá em mais de três dias e ficamos assustados pelo índice de casos positivos”, complementou o prefeito.

Números – 
Pirajá registrou 562 casos, sendo 199 nos últimos 30 dias e 46 na última semana. Dos 379 testes rápidos aplicados, 130 deram positivo para o novo coronavírus, representando um índice de 34,3%. Já a Mata Escura apresentou 476 casos, com 168 deles ocorridos nos últimos 30 dias e 25 nos últimos sete dias. Em 300 testes rápidos, 108 foram positivados para a Covid-19 – índice de 36%.

A situação é mais preocupante em Pernambués e Santa Cruz. Desde o início da pandemia, Pernambués já teve 2.022 casos, com 1.049 nos últimos 30 dias e 259 nos últimos sete dias. Somente nestes primeiros cinco dias de agosto, 174 pessoas foram diagnosticadas com o novo coronavírus. Em Santa Cruz, foram 1.180 casos desde o início da pandemia, com 677 pessoas infectadas nos últimos 30 dias, 188 nos últimos sete dias e, de 1º a 5 de agosto, 86 casos.

Ações – Nos locais com ações de isolamento mais rígidas, os comércios formal e informal devem permanecer fechados, independentemente do tamanho da área. Está permitido apenas o funcionamento de atividades essenciais, a exemplos de supermercados, padarias, delicatessens, farmácias, açougues, estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery (sem retirada no local) e serviços de saúde. A iniciativa visa diminuir a circulação de pessoas nas ruas, evitando aglomerações e, assim, o risco de transmissão da Covid-19.

São promovidas, também, ações de proteção à vida, que envolvem distribuição de cestas básicas para trabalhadores informais e entidades sociais que atuam na região, e de máscaras de proteção para a comunidade. A estratégia engloba, ainda, testes rápidos para detecção do coronavírus, medição de temperatura, higienização de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti e assistência social através do Cras Itinerante.

 

Crédito: Valter Pontes/Secom