Fiscalização fecha abatedouro e resgata 800 animais silvestres

0

A Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) divulgou o balanço da primeira semana de ações realizadas em onze municípios do oeste baiano, região de Santa Maria da Vitória. Desde o último dia 9, as equipes fecharam um abatedouro clandestino na cidade de Correntina, interditaram quase 1,3 mil litros de agrotóxicos, resgataram 800 animais silvestres, apreenderam dois mil metros de redes de pesca irregulares e 1,6 mil quilos de carne bovina e suína acondicionadas de forma ilegal e aplicaram quase R$ 200 mil em multas.

Um dos estabelecimentos multados foi a fazenda Tabuleiro 5, pertencente ao grupo Agrícola Xingu. No local, foram interditados 128 quilos de agrotóxicos e apreendidos 20 litros de produtos com suspeita de importação ilegal. Foi aplicada multa de R$ 169 mil por armazenamento inadequado de agrotóxicos, sem devido registro na Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab).

Ainda foram interditados cerca de mil litros de benzoato de emamectina, produto de uso controlado que não podia ser utilizado na propriedade. Já o proprietário do abatedouro fechado foi autuado com multa de R$ 25 mil. No local, os 1, 6 mil quilos de carne apreendidos foram encontrados dispostos no chão, fora dos padrões sanitários, e seriam comercializados na feira e nos açougues de Correntina. Foram apreendidos também facas, machados, lança-chamas e marretas, além de carimbos utilizados para falsificar os selos dos órgãos de inspeção do governo.

 

Crédito: