Escritor angolano confirma participação na Flipelô

0

A 4ª Festa Literária Internacional do Pelourinho – FLIPELÔ, que acontece de 10 a 13 de dezembro, online, e homenageia o Pelourinho, anunciou seu convidado internacional, o escritor angolano de ascendência portuguesa Pepetela, ganhador do Prêmio Camões pelo conjunto da sua obra. Pepetela lança no Brasil, na Flipelô, a versão impressa do premiado romance ‘Sua Excelência, de Corpo Presente’ (Editora Kapulana) e vai bater um papo online com o público. O autor se consagrou por sua literatura engajada na luta pela libertação da sua terra natal e por evidenciar em suas obras os problemas que a sociedade angolana enfrenta.

Mais atrações confirmadas – Preta Rara e Sérgio Vaz se encontram na Flipelô na mesa “O que quer, o que pode esta rima!  Poesias, ideias, teimosias e afins… “, com a mediação de Edvard Passos. Preta Rara é rapper, historiadora e escritora Preta Rara e Sergio Vaz poeta, escritor e produtor cultural. Já Edvard Passos é diretor de teatro. O papo vai render muito… Paulista de Santos, Preta-Rara  lançou o CD Audácia em 2015, e a página “Eu, Empregada Doméstica” no Facebook em 2016, e abriu diálogo sobre as condições de trabalho das trabalhadoras domésticas no país. Em 2017 foi a vez da websérie “Nossa Voz Ecoa”, que aborda temática relacionada à cultura e  estética negra, racismo, machismo, gordofobia e hip hop. Sergio Vaz é idealizador da Semana de Arte Moderna da Periferia. Autor de oito livros, foi eleito pela revista Época em 2009, um dos 100 brasileiros mais importantes do país.

A mesa “Com a Palavra o Escritor : Milton Hatoum” tem mediação do jornalista e  colunista de livros do Uol Rodrigo Casarin.  No encontro entre os dois vida de obra de Milton Hatoum serão discutidas. Nascido em Manaus, o autor é arquiteto, mas foi escritor residente em Yale, Stanford e Berkeley. Estreou na ficção com “Relato de um Certo Oriente” (1989), que venceu o Prêmio Jabuti (melhor romance). Seu segundo romance, “Dois Irmãos” (2000), foi adaptado para televisão, teatro e quadrinhos. Com “Cinzas do Norte” (2005), Hatoum ganhou os prêmios Jabuti (melhor romance), Livro do Ano, Bravo!, APCA e Portugal Telecom.

Em 2006, publicou o livro de contos “A Cidade Ilhada”. O romance “Órfãos do Eldorado” (2008,/ Prêmio Jabuti, 2º lugar), foi adaptado para o cinema. Em 2013, lançou “Um Solitário à Espreita” (crônicas). Em 2017, publicou “A Noite da Espera”, (Prêmio Juca Pato/Intelectual do Ano- União Brasileira de Escritores), primeiro volume da trilogia “O Lugar Mais Sombrio”. O segundo volume, “Pontos de Fuga”, foi lançado em 2019. Sua obra de ficção, publicada em 14 países, recebeu em 2018 o prêmio Roger Caillois (Maison de l’Amérique Latine/Pen Club-França). O terceiro volume da trilogia deverá ser publicado em 2021

Crédito: Leto Carvalho