Cajazeiras e Itapuã lideram denúncias de poluição sonora

0

Entre os meses de dezembro do ano passado e fevereiro de 2018, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) realizou 66 operações de combate à poluição sonora, resultando em 142 notificações, 138 apreensões e 235 equipamentos capturados. Os bairros mais barulhentos de Salvador são Cajazeiras, com 409 queixas, em segundo lugar aparece Itapuã com 407 denúncias, seguido de Boca do Rio (365), Liberdade (351) e Fazenda Grande do Retiro (291).

No ranking de denúncias, em sexto lugar fica o bairro da Pituba, com 289 queixas, Pernambués (272), Uruguai (256), Paripe (254) e Rio Vermelho, com 248 reclamações. A maior parte dessas queixas vem de veículos automotivos, que correspondem a 34% (10.621 automóveis) das denúncias, sucedido de residências, bares, restaurantes e casas de evento.

O cidadão que teve o equipamento apreendido tem direito à defesa no prazo de 10 dias úteis, após o embargo do material. Depois do julgamento, é taxada multa, que varia de acordo com os decibéis excedentes e fica entre R$ 813 e R$ 135 mil, e após esse processo é feita solicitação de retirada. A Semop pode notificar, autuar, apreender, embargar e interditar o estabelecimento que cometer o abuso.

Crédito: