Justiça determina a prisão de Ricardo Coutinho, ex-governador da Paraíba

0

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã de hoje (17), a Operação Calvário – Juízo Final, para combater um grupo criminoso investigado por desviar recursos públicos destinados aos serviços de saúde na Paraíba. Os investigados fraudavam procedimentos licitatórios, concursos públicos, compra de equipamentos, serviços e medicamentos. O ex-governador Ricardo Coutinho teve mandado de prisão expedido pela Justiça.

Estão sendo apurados desvios de recursos públicos na ordem de R$ 134,2 milhões, dos quais mais de R$ 120 milhões teriam sido destinados a agentes políticos e a campanhas eleitorais de 2010, 2014 e 2018.

“De acordo com as investigações, organizações sociais, dentre outras, organizaram uma rede de prestadores de serviços terceirizados e de fornecedores, com a celebração de contratos com sobrepreço na gestão dos hospitais de Trauma de Mamanguape e o Metropolitano, no município de Santa Rita em Santa Rita”, diz a polícia.

Policiais federais, além de procuradores da República e auditores da Controladoria Geral da União (CGU), cumprem 54 mandados de busca e apreensão e 17 de prisão preventiva, nos estados da Paraíba, do Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, de Goiânia e do Paraná.

Crédito: José Cruz/Agência Brasil